Noticias via Email

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

CAMARÃO A CAIPIRA.


Ingredientes
400g de camarão 7 barbas
1 colher de sopa de margarina
1 cebola média picada
1 moranga pequena
3 tomates médio picados
200g de extrato de tomate
Sal a gosto
Pimenta a gosto
1 pitada de orégano
250g de requeijão (Catupiry)
Modo de preparo
Retire as sementes da moranga e corte em pedaços, coloque em uma panela com água e cozinhe a moranga. Em outra panela refogue a cebola com margarina, depois de refogada coloque o camarão ainda congelado. Ele vai soltar água, reserve essa água. Depois que tirar essa água coloque o tomate e refogue junto com o camarão, junte o extrato de tomate e deixe cozinhar um pouco. Enquanto isso a moranga já deve ter cozinhado, retire a polpa da moranga e coloque no liquidificador e junte com a água que o camarão soltou e bata. Após bater junte esse creme com a panela onde esta o camarão e deixe apurar. Experimente como esta de sal, se faltar coloque a gosto e o mesmo com os temperos (Pimenta e Orégano), um pouco antes de terminar de apurar coloque a metade do requeijão e deixe misturar bem nesse creme. Após apurado coloque em um refratário e adicione o restante de requeijão (não há necessidade de misturar). Leve ao forno na temperatura de 200° C por mais ou menos 15 minutos.
Agora é só servir junto com uma batata palha e um arroz branco.
Rende 4 porções.
Custo de + ou – 25 reais.
Receita feita por Emmanuel Pereira.
OBS: resolvi fazer essa receita pois, não gostava quando pequeno de pegar a moranga, então dessa forma eu consigo comer a moranga junto com o camarão.

ADOÇANTE SUCRALOSE


Perguntas e Respostas sobre o mais recente adoçante: Sucralose
O que é sucralose?Sucralose é o único adoçante derivado do açúcar. É o utilizado em todo mundo em alimento e bebidas de baixa caloria, e como também adoçante.
Do que é feito sucralose?Sucralose é derivado do açúcar através de um processo patenteado de multi-passos, que substitui seletivamente 3 átomos de cloro, pôr 3 grupos de hidrogênio-oxigênio na molécula do açúcar. Essa oportuna troca de átomos de cloro cria uma estrutura molecular que é excepcionalmente estável e aproximadamente 600 vezes mais doce que o açúcar.
O sucralose é seguro?Sim. Mais de 100 estudos científicos durante 20 anos, comprovaram que o sucralose é seguro. Importantes estudos toxicológicos foram feitos e ficou comprovado que o adoçante sucralose não e cancerígeno. Os dados dos estudos foram avaliados independentemente pôr vários peritos de diferentes disciplinas, incluindo toxicologia, oncologia, teratologia, neurologia, pediatria e nutrição.
O que os órgãos competentes comentam à respeito da segurança do sucralose?Junto ao FDA, a segurança do sucralose foi confirmada pela Joint FAO/WHO Expert Comittee on Food Additives (JECFA); a Health Protection Branch of Health and Welfane Canada; a National Food Anthority of Australia; e os Ministerios da Saúde da Argentina, Brasil, China e México, num total de mais de 25 países pôr todo o mundo.
Produtos adoçados com sucralose trazem algum rótulo de advertência ou declarações?Não. As agências reguladoras e os órgãos científicos que endossaram a segurança do sucralose, não exigiram qualquer informação de advertência para serem colocados nos rótulos dos produtos adoçados com sucralose.
Sucralose produz calorias?Sucralose sozinho não tem nenhuma caloria. Quando usado para adoçar comidas ou bebidas, nenhuma caloria é acrescentada. Porem produtos feitos com sucralose algumas vezes contém calorias provenientes de outras fontes, como carboidratos, proteínas e gorduras
Que tipos de produtos contém sucralose?Sucralose faz parte principalmente de produtos de baixa caloria, incluindo refrigerante, sorvete, laticínios e alguns "doces". Uma das qualidades deste adoçante, é que ele pode ser usado como açúcar, sem perder a sua semelhança com o mesmo, mesmo quando é exposto à temperatura elevadas. Assim produtos feitos com sucralose mantém a doçura quando o cozido ou assados, e quando armazenados pôr um longo período. Nos Estados Unidos, o FDA aprovou o uso de sucralose em 15 categorias de bebidas e comidas: Assados (doces) e cozidos - Bebidas - Chicletes - Café e chá - Confeitos e congelados - Laticínios - Tempero para saladas - Sobremesas congeladas e misturas para bolo - Gelatinas, pudins e recheios - Geleias e seus derivados - Produtos derivados do leite - Sucos de fruta e frutas processadas - Substitutos do açúcar - Molhos doces, coberturas e xaropes (melados).
Como o sucralose é absorvido pelo corpo ?Embora a sucralose seja feita do açúcar, o corpo não o reconhece como açúcar ou outro carboidrato. A molécula de sucralose passa pelo corpo sem se modificar, isto é, não é metabolizada, e é eliminada após o consumo.
O cloro na sucralose é potencialmente prejudicial ?Não. O cloro em forma de cloreto, é um elemento seguro e natural, presente em várias comidas e bebidas consumidas diariamente. É encontrado na maioria das águas, e é também achado na alface, tomate, cogumelos, melões, manteiga de amendoim e sal. Na caso da sucralose, a adição de cloro na molécula de sucralose é o que faz com que a sucralose fique livre de calorias.
O cloro restitui química e biologicamente a molécula de sucralose, de maneira que a sucralose passa através do corpo sem ser metabolizado e é eliminado após o consumo.
Quanto sucralose pode ser consumido seguramente por uma pessoa ?Estudos demonstram que a quantidade de sucralose que pode ser consumido por indivíduos, mesmo que diariamente durante toda sua vida, continuará sendo seguro por uma larga margem, segundo as autoridades internacionais de saúde. A Dose Diária Consumida (ADI) para a sucralose estabelecida pelo U.S. Food and Drug Administration, é de 5mg/Kg do peso do indivíduo, por dia.
Pessoas com diabetes podem usar sucralose ?Numerosos estudos demonstraram que o sucralose pode ser consumido com segurança por diabéticos. O sucralose não é reconhecido pelo corpo como açúcar ou carboidrato. Não é metabolizado pelo corpo como energia e não afeta a taxa de glicemia. O sucralose não afeta também na utilização da glicose no sangue, no metabolismo do carboidrato ou na produção de insulina. Produtos adoçados com sucralose proporcionam um bom sabor e baixas calorias, uma boa alternativa para pessoas diabéticas que desejam reduzir a entrada de calorias e açúcar. Qualquer dúvida quanto a nutrição, as pessoas devem consultar seu médico ou um profissional competente quanto a planejamento alimentar.
Mulheres grávidas ou que estejam amamentando podem consumir sucralose ?Sucralose pode ser consumido por qualquer pessoa, inclusive mulheres grávidas e que estejam amamentando. Embora a sucralose possa ser usado como parte de uma saudável dieta pré e pós natal, mulheres grávidas devem sempre consultar seu médico ou nutricionista à respeito da melhor alimentação para assegurar sua saúde e a do bebê durante este tempo muito especial.
A sucralose é segura para crianças ?Comidas e bebidas adoçadas com sucralose não são arriscadas para a saúde de jovens. Porém , podemos observar que alimentos com adoçantes de baixas calorias não são recomendados para uma dieta infantil, pois a energia dos carboidratos e necessária para uma criança em desenvolvimento.
Qual é o papel da sucralose em uma dieta saudável ?A sucralose pode ser usado como parte de uma dieta saudável, a qual inclui uma variedade de alimentos nutritivos em porções moderadas. Como o sucralose oferece o doce sabor do açúcar sem as calorias do mesmo, e por ser ideal para cozinhar e assar, ajuda na exigência de consumo por alimentos de bom sabor e bebidas sem as calorias do açúcar.

Diabetes.com.br

IMPORTANTE
• Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios.
•As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.

Fonte: http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/841

O USO DA LINHAÇA NA ALIMENTAÇÃO.


A semente de linhaça é considerada um alimento funcional, pois, além de ter suas propriedades nutricionais básicas, tem propriedades preventivas graças aos compostos antioxidantes e anticancerígenos. É um alimento fonte de ômega 3, ômega 6 e fibras que auxiliam na prevenção e controle de algumas doenças.
Para quem não a tem em seu cardápio, aqui vão algumas dicas, e assim possa fazer seu uso ainda hoje:
o Ajuda a baixar o peso, pois é rica em fibras solúveis eliminando o colesterol. Uma colher de sopa de semente de linhaça tem 4,3g de fibras;
o Ajuda a conter a sensação desnecessária de apetite, pela quantidade de fibras presente;
o Auxilia no combate ao câncer de mama, próstata, pulmão entre outros, pois contém 27 componentes anticancerígenos;
o O óleo extraído da linhaça contém estrogênios (hormônios femininos), melhorando a absorção de cálcio, prevenindo, por exemplo, a osteoporose;
o O uso regular de linhaça diminui o risco de surgir doenças cardiovasculares.
Uma característica exclusiva da linhaça é que contém uma substancia chamada taglandina, a qual regula a pressão do sangue e a função arterial e exerce um importante papel no metabolismo de cálcio e energia.
A maneira mais fácil de utilizar a semente é passá-la em um processador ou liquidificador, deixando-a em pó, seu sabor se assemelha ao de nozes e castanhas. Ao triturar mantenha sob refrigeração, não mais que uma semana, pois pode ocorrer alteração no sabor.
Há dois tipos de linhaça para o consumo, a dourada que é originária de regiões de climas frios e possui sabor mais suave e a escura, mais fácil de ser encontrada, pois já se adaptou ao solo brasileiro. Em comparação com a linhaça dourada a escura possui a casca mais resistente, porém em valor nutricional são equivalentes.
A inclusão da semente na dieta deve ser gradativa, pois ainda não se chegou a um consenso sobre a quantidade ideal de consumo.
Fonte: www.qualityquality.com.br

ALIMENTOS PARA AJUDAR CONTRA A ACNE. "ESPINHA"


Preferir

- Alimentos fonte de isoflavonas: farinha de soja, grão de soja e tofu (estrógeno reduz atividade das
glândulas sebáceas);
- Alimentos fonte de zinco: carnes, ovos, nozes, leite;
- Alimentos fonte de Selênio: pão integral, aveia, castanha-de-cajú, camarão, (reduzem formação de
radicais livres responsáveis pela inflamação da acne);
- Outros Antioxidantes, Vit. C: laranja, acerola, Kiwi, goiaba, mamão, salsinha, pimentão verde;
- Vit. E: Semente de girassol e oleaginosas;
- Vit. A: Cenoura, abóbora, couve, espinafre;
- Ac. Pantotênico (para adequado metabolismo dos ác. graxos impedindo a hipersecreção sebácea): Semente
de girassol, cogumelos, salmão, fígado de galinha e farinha de soja;
- Alimentos fonte de W-3 (antiinflamatório): peixes gordos (salmão, sardinha, atum) e folhosos
verde-escuros;
- Alimentos fonte de Monoinsaturados (antiinflamatório e Antioxidantes): Abacate, azeite de oliva
extra-virgem, óleo de canola;
- Em uso da droga isotretiona, fontes de cálcio: Leite e derivados, ovos, brócolis, couve-flor; vit. D: óleo
de fígado de bacalhau, margarina, manteiga, peixes;
- Sugestão de suco: 2 fatias de abacaxi, ½ pepino, ½ maçã sem semente (estimula secreções digestivas,
fonte de antioxidantes);

EVITAR:

- Alimentos alergênicos: Frutos do mar, chocolate, amendoim, castanhas, suínos e enlatados;
- Em uso da droga Isotretiona (levam a dislipidemias): fonte de gordura saturada: leite integral, manteiga,
embutidos, óleo de coco, bacon, carnes gordas e açúcares simples: bolos, doces, balas, refrescos,
refrigerantes;

Receita de Ração Humana


Linhaça 50g
Germem de trigo 250g
Leite de soja sem açúcar 500g
Farelo de trigo 500g
Flocos de aveia 250g
Semente de gergelim com casca 100g
Açúcar mascavo 100g ou Cacau 50g
Levedo de cerveja em pó 50g
Guaraná em pó 50g
Quinua 100g
Tomar muita água
Não pode ultrapassar 2 colheres de sopa por dia

Fonte: www.g1.com./globoreporter

OBS: Se você esta querendo perder peso ou é diabético, retire o açúcar mascavo. Agora se você é Hipertenso retire o cacau e o guaraná em pó.

UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL É IDEAL PARA MANTER A FORMA E ATÉ PERDER AQUELA BARRIGUINHA INDESEJÁVEL.


EVITE:
• Alimentos causadores de gases como: refrigerantes, feijão, frituras, pão, queijo e enlatado carne vermelha, embutidos como lingüiça, presunto, salame e salsicha.
• Alimentos que retém líquidos como: embutidos, sal em excesso e alimentos processados.
Alimentos que favorecem uma barriga retinha:
• As fibras insolúveis associadas a uma ingestão adequada de líquidos permitem que o intestino funcione de forma regular evitando que a barriga fique dilatada e dolorida (são eles: farelo de trigo não processado ou farelo de arroz, cereais integrais, pão Integral; legumes/ervilha, vagem e nozes; raízes incluindo batata e cenoura; verduras como o espinafre; maçã, laranja e outras frutas. No entanto, as fibras são decompostas pelas bactérias do intestino e o organismo leva um tempo para se acostumar com isso. Assim, introduza-as devagar nas refeições).
• Os alimentos diuréticos também contribuem para diminuir a retenção hídrica diminuindo o inchaço (chás, suco de limão, melancia, morango, abóbora, agrião, beterraba, cenoura, escarola, folhas de beterraba, repolho, salsinha, tomate, broto de feijão, pepino)
Dicas para diminuir o volume da barriga
• Em primeiro lugar, se estiver acima do peso, deve-se pensar em uma alimentação equilibrada para perder peso e conseqüentemente a gordura localizada;
• As magras também não estão livres de apresentar uma barriguinha; se for o caso, devem manter uma alimentação saudável, evitando gorduras, frituras, doces e refrigerantes, que também provocam barriga. Devem evitar também pratos muito gordurosos, dando preferência às carnes magras e coma legumes, verduras e frutas;

• Se o funcionamento de intestino anda devagar, aumente a ingestão de fibras e água (no mínimo 8 copos por dia).
Pratique atividade física - além de queimar calorias também refletem em um bom funcionamento do organismo. Devem ser praticados com freqüência associando-se exercícios aeróbicos (para ativar a circulação e gastar calorias) a exercícios localizados (para enrijecer a região abdominal);
• Fracione bem a dieta - O sistema digestivo não consegue processar um grande volume de alimento ingerido de uma só vez. O ideal é fazer refeições pouco volumosas e de baixo valor calórico até 6 vezes ao dia.
• Mastigue devagar - A pessoa que come rápido pode acabar engolindo ar junto com a comida além de prejudicar a digestão. Além disso, o cérebro não registra o sinal de saciedade com tanta rapidez e, assim, você acaba comendo mais.
• Evite os alimentos formadores de gases - refrigerantes, feijão, frituras, pão, queijo e enlatados, carne vermelha, embutidos como lingüiça, presunto, salame e salsicha.
• Evite alimentos gordurosos - a gordura possui uma digestão mais lenta e com isso os alimentos gordurosos acabam permanecendo mais tempo no trato gastrointestinal favorecendo aumento de seu volume.
• Evite o consumo excessivo de sal, exemplos - Pães fermentados ou roscas feitas com sal; pães de preparo rápido ou bolos, feitos c/ fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal ou feitos com misturas comerciais; cereais enriquecidos ou de cozimento rápido; cereais secos; bolachas cream cracker, exceto a bolacha água; pipoca salgada; pickles; batatas chips; embutidos( lingüiça, salsicha, paio, presunto cru, mortadela).
• Aumente o consumo de alimentos diuréticos - erva doce, salsão, coentro, berinjela e endivias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã; abacaxi, melancia, maracujá e chá: em especial, chá de salsa: acrescentar algumas folhinhas de salsa à água quente, adoçar ou não com adoçantes. E chás de ervas ( gengibre/ canela / cardamomo: fazer um mix dos ingredientes e acrescentar água que ferveu) ou frutas.
• Atenção ao leite - Se estiver com gases, experimente tirar o leite do cardápio. Muitas pessoas têm intolerância à lactose.
• Atenção a alguns adoçantes - alguns adoçantes são a base de sorbitol que fermenta no organismo provocando gases. Algumas frutas secas como uva passa, damasco, banana e principalmente ameixa seca também possuem em sua composição sorbitol.

• Beba bastante água - Além de diminuir a retenção de líquidos, ajuda na lubrificação do intestino. Por isso, é essencial tomar pelo menos 2 litros por dia. Mas evite líquidos durante as refeições (o suco e a água dilatam as paredes do estômago empurrando a barriga).

• Reserve as preparações mais leves para o jantar: à noite nosso metabolismo está reduzido e portanto também devemos ingerir menos calorias neste período, evite gorduras e carboidratos em excesso nestas refeições.